Prova de cidadania

Eu me inscrevi para fazer a prova sobre história, cultura e regras na comunidade dinamarquesa.

Essa prova é um pré-requisito, entre vários outros, para todo estrangeiro que pretende solicitar cidadania por naturalização na Dinamarca. A prova chama Indfødsretsprøven.

Em 2008 o parlamento resolveu deixar essa prova bem mais difícil, dando menos tempo e requerendo mais respostas certas para passar. Agora são 45 minutos para responder 40 perguntas de múltipla escolha. Para passar você deve acertar 32 perguntas.

Das 40 questões, 35 são baseadas no material elaborado pelo parlamento. Um livreto de 172 páginas chamado Danmark før og nu (Dinamarca antes e agora).

O material é dividido em 4 capítulos:
1 História da Dinamarca
Contada de maneira sucinta, cita os reis Vikings, algumas guerras importantes, como a constituição foi criada e assim vai. Essa capítulo inclui 40 páginas com temas diversos como geografia, família real, religião, escolas e educação, esporte, música, cinema e assim por diante.
2 A democracia dinamarquesa
O sistema parlamentarista, a constituição, as funções da rainha, os direitos e deveres do cidadão, os sistemas legislativo, judiciário e executivo.
3 A comunidade do bem-estar (previdência social)
Como ela é financiada, como se originou essa cultura do bem-estar.
4 Dinamarca e seus arredores
Cita a relação da Dinamarca na Europa e na Escandinávia. As organizações que a DK faz parte como NATO, Nações Unidas, União Européia.

Honestamente eu achei o material bem interessante de ler e útil. Por exemplo, eu sabia que sendo estrangeira eu não tenho direito de votar para o parlamento, mas eu não sabia que eu tenho direito de votar para eleições municipais e regionais e que eu posso até me candidatar! Já estou até bolando meu slogan: “Para ser um estrangeiro feliz, vote na tia Cris.”

As 5 questões restantes da prova são sobre acontecimentos recentes na sociedade. Por exemplo, na minha prova perguntaram sobre o jubileu de 40 anos de reinado da rainha, jogos olímpicos, qual banco dinamarquês abriu falência em 2012, deu o nome de uma ministra e perguntou qual ministério ela lidera e a última pergunta foi o nome do líder de um determinado partido político.

Para me preparar para a prova eu usei os serviços de um website chamado www.indfodsretsprove.dk. Paguei pelo pacote completo, 250 coroas, e ali eu podia fazer simulações de provas, ver as perguntas das provas anteriores, ler o material do livreto ou baixar em mp3 e um monte de outras coisas que me ajudaram a treinar. E valeu a pena.

Ontem chegou o resultado e eu passei. Passei na primeira tentativa, quando um monte de gente reprova. Mas as perguntas não estavam difíceis e eu (e vários outros candidatos) terminei a prova em 10 minutos. É uma questão de se preparar adequadamente para o teste. Para mim, 45 dias de preparação foram suficientes. No caminho para o trabalho eu escutava o material em mp3 e em casa de noite eu lia algumas páginas do material ou treinava no site que comentei acima.

Bem no dia da minha prova o parlamento anunciou que vai abolir a prova Indfødsretsprøven (prova de naturalização) e instaurar uma nova prova, que não será tão difícil e que se chamará Statsborgerskabsprøven (prova de cidadania). A prova ainda está sendo elaborada e se o parlamento aprovar, entrará em vigor em junho 2013.

Eu só espero que o resultado da prova que acabei de fazer valha por algum tempo. Pois lembro em 2008, quando tornaram a prova mais difícil, quem tinha acabado de prestar a prova anterior, teve que fazer a prova novamente. E cada vez são 695 coroas que custa de inscrição, mais os gastos de locomoção e tirar folga do trabalho. Anunciar uma mudança dessas bem no dia da prova, achei avacalhação.

2 thoughts on “Prova de cidadania

  1. vc é praticamente uma dinamarquesa, hehehe
    vc agora está com 28 anos, 18 anos só de Brasil e 10 de Dinamarca, hehehe

    • A única coisa que eu tenho de dinamarquesa é a língua afiada. Se tiver que dizer, eu solto na bucha, doa a quem doer. O povo me detesta! hahaha

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *