Tradições de Páscoa

Ontem eu estava conversando com o meu amigo francês e ele me contou sobre as tradições de páscoa francesas. Lembro que eu perguntei se ele iria almoçar com a família, e ele respondeu que iria tanto para almoçar quanto para jantar, e que eles comem cordeiro.

Então quando ele me perguntou sobre as minhas tradições, tanto no Brasil quanto na Dinamarca, eu não sabia exatamente o que responder.

Quando me dei conta de que eu não tenho nenhuma idéia do que os dinamarqueses comem na páscoa, decidi pesquisar. Descobri que aqui, como em muitos países europeus, o povo come cordeiro.

Eu não fazia idéia e Carsten nunca me contou nada disso, mas acho que é porque o meu gringo não gosta de cordeiro (e nem eu), então essa “tradição” nunca fez falta aqui em casa.

Nós brazucas comemoramos a páscoa com um almoço em família, correto? Então pode soar estranho quando eu disser que aqui eles fazem um jantar de páscoa no domingo e um almoço na segunda-feira de páscoa.

Além do jantar e almoço, muitas famílias fazem a brincadeira de esconder os ovos de páscoa e no domingo se dá uma verdadeira caça aos ovos com as crianças. (Pessoalmente eu não sei o que é isso, pois na minha casa nunca ninguém escondeu nenhum ovo de páscoa, muito pelo contrário, os ovos eram colocados na mesa do café da manhã, desde manhã cedo.)

coelhoE falando em ovos… como eu sinto falta dos nossos ovos brasileiros, com vários sabores diferentes (sonho de valsa, laka, diamante negro, isso e aquilo) e eles vêm recheados de bombons ou de brinquedinhos. Os ovos daqui são ocos. Lembro que quando eu descobri isso, senti um vazio e uma tristeza dentro de mim. Não tinha nada dentro do ovo.
Desde então não comprei mais ovos de páscoa. Faz 13 anos. Depois disso eu só compro coelho de chocolate, e só compro após a páscoa, quando o preço desce uns 50%.
*curiosidade: aqui não chama coelho de páscoa, mas lebre de páscoa.

Acho que eu nunca falei disso antes, mas os dina enfeitam a casa para a páscoa – da mesma maneira como o fazem para o natal, mas no fim de ano os tons são normalmente vermelho, verde e dourado, porém na páscoa os tons são amarelo, branco e prateado.

Quem tem criança coloca umas galinhas, pintinhos, ovos pintados na casa. Mas há granfinos que gastam uma verdadeira fortuna com ornamentos feitos por designers famosos. Então eles coletam alguns galhos no jardim, especialmente de forsítia (um arbusto que dá flores amarelas), ajeitam tudo num vaso, e enfeitam os galhos com os ornamentos. Fica bonito.
Mas na minha casa eu não ponho nada, talvez por isso eu estou sempre desanimada na época da páscoa. Talvez eu devesse começar a enfeitar a casa na páscoa e criar minhas próprias tradições… mas cordeiro para o jantar, nem pensar!

pascoa1Já que estamos falando em tradições, uma colega sueca estava me contando que na páscoa os suecos fazem uma competição de qual cidade/vilarejo faz a maior fogueira. Disse que no período que antecede o feriado, é um tal de roubar galhos secos e árvores de natal descartadas do jardim dos vizinhos. Eu achei essa história fascinante.

Mas voltando à conversa com o françês, eu perguntei o que eles comem na sexta-feira santa, já que é o dia que não se deve comer carne vermelha. Ele disse que não se come nenhuma carne, que se come peixe. [Pensei comigo mesmo, e peixe não é carne? Achei melhor nem falar nada, que é para não perder a amizade.]

Então eu falei que no Brazil, na minha casa, comia-se bacalhau. E esse é provavelmente um dos motivos pelo qual eu tenho horror de páscoa – eu detesto bacalhau e a minha família me obrigava a comer.

Eu comentei várias vezes no blog que na escandinávia come-se muito bacalhau (que eles chamam de torsk). Eu confesso que eu provei o torsk daqui, já que eles servem o peixe fresco e achei que talvez isso mudaria minha impressão e opinião, mas não. Realmente, bacalhau não é pra mim – a não ser bolinho de bacalhau português.

Na minha casa, na sexta-santa, eu não faço peixe, pois o Carsten não come peixe nem frutos do mar. Devo confessar que muitas vezes comemos carne vermelha ou pedimos uma pizza nesse dia por falta de opção. Não me julgue nem me queime na fogueira como herege. Faça de conta que eu tenho uma outra religião que não segue as tradições cristãs.

Esse ano no entanto, eu me preparei bem para esse dia tão difícil do calendário. Eu fui a uma loja especialisada e comprei queijo (gruyére, ementaller e appenzeller). Vou fazer um fondue de queijo suíço, seguindo a receita que Andreas e Rebécca (meus amigos suíços) me passaram. Comprei também queijo Comté para fazer um quiche com alho-poró. Esse será meu plano B, caso algo dê errado.

Para vocês, uma boa páscoa. Eu vou agora no jardim cortar uns galhos de forsítia!

påskepynt

3 thoughts on “Tradições de Páscoa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *