Aeroporto 

Tomando um chá violento de cadeira aqui no aeroporto de Stavanger. Quatro horas de espera pelo novo vôo. Pelo menos pagaram meu jantar e no aeroporto tinha uns sofá cama, onde me instalei e proclamei: daqui não saio, daqui ninguém me tira. 

Deitei, assisti filme no Netflix, chorei que borrou toda a maquiagem. Uma coisa pavorosa. Mas eu estava bem confortável e feliz. Maldita hora que a bexiga apertou e tive que procurar um banheiro. Perdi meu lugar. 

Enfezei e resolvi passar para a ala dos voos internacionais. Ali não tinha sofazão, mas tinha um canto agradável com tabuleiro de xadrez. Foi onde me sentei para escrever o post anterior. Agora estou aguardando o embarque. Pelo menos o avião já estacionou. Que canseira. 

Sofá onde me acomodei e cantinho do xadrez. 

2 thoughts on “Aeroporto 

  1. Tirava esse hare baba no tapa, nunca que ia perder um lugar desse, ou sentava do lado do danado e ia só administrando o gas cheiroso, hahahahaha

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *