Ceia e Vivino

O doido do Carsten pediu para eu fazer um pudim de leite para sobremesa da ceia de Natal.

Está no fogo, mas acho que pudim brasileiro não tem nada a ver com ceia de Natal dinamarquêsa (carne de porco, batata caramelizada, repolho roxo, molho negro). Normalmente o povo come ris à l’amande (arroz doce com amêndoas, feito sem açúcar e com creme de leite, servido com molho quente de cerejas) como sobremesa.

Vamos ver no que vai dar. Se ficar ruim, ainda temos salada de frutas que sobrou de ontem (outra coisa que Carsten me convenceu a fazer – acho que ele estava com saudade de sobremesas brasileiras).

Enquanto estamos passando horas na cozinha, escutando Nirvana, um vinhozinho para acompanhar.

Pergunto a ele se ele já postou uma avaliação do vinho no app Vivino…

Para quem não conhece, Vivino é um aplicativo desenvolvido por um dinamarquês e onde se compartilha informações sobre vinhos.

Na Dinamarca, entre todos os milhares de usuários, eu sou número 162, somente com 129 avaliações. A maioria do povo tem mais de 600 avaliações. Como consegui essa façanha, não tenho nenhuma ideia. Não sou nenhuma especialista em vinhos nem sommelier.

Carsten é número 6235. Ah se inveja matasse rsrs.

E o pudim ficou pronto… Sem lactose, pq vc sabe, tia Cris aqui é complicada. Rs

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *