400 paus

Caraca, que eu gastei o equivalente a 400 Reais em taxi nessa semana.

Estão fazendo manutenção dos trilhos na linha de trem que serve a minha região, mas dessa vez não colocaram ônibus para substituir os trens. O que eles fizeram é que os trens estão rodando de 40 em 40 minutos fora da hora de pico.

Normalmente esse tipo de informação é divulgada no App onde dá para checar qual trem pegar para onde, mas não dizia nada.

Eu tinha uma entrevista de trabalho importante, saí de casa cedo, para chegar lá com meia hora de antecedência, chequei o App, e dizia que os trens estavam rodando normalmente. Que mentira!

Cheguei na estação, e dizia que o próximo trem viria em 39 minutos. Isso faria com que eu me atrasasse para a entrevista.

Olhei para o ponto de táxi, nenhum, mas por sorte, estava chegando um. Pulei nele e pedi que ele me levasse na cidade mais próxima daqui para eu pegar outra linha de trem. Aí se foram 250 coroas.

Hoje, domingo, meu último dia de férias e o primeiro dia que fez sol nessas últimas semanas, estou eu aqui no pronto socorro. Para chegar aqui, tive que chamar um taxi de emergência, porque o ônibus que peguei chegou 30 segundos atrasado e fez com que eu perdesse o trem que me levaria para perto do hospital.

Aí se vão mais 200 coroas de taxi.

Um dia lindo desses e eu socada aqui esperando por atendimento, e provavelmente vai ser nada, só alarme falso.

A duas últimas vezes que vim para pronto socorro, tive mais de 3 horas de espera. Vamos ver hoje.

Sistema de saúde público da Dinamarca… Em muitos aspectos, bem parecido com o brasileiro.

Esta entrada foi publicada em Coisas da Dinamarca. ligação permanente.

2 Responses to 400 paus

  1. Seu Madruga diz:

    Hospital?????? está tudo bem?!
    Aí não tem UBER?
    Mas vc queria ir para outra cidade pagando 10 reais, hehehe
    Peraí, vc disse férias? de novo, kkkkk
    Conta mais sobre essa história de parar no hospital

    • Cristiane diz:

      Aqui Uber é proibido. Vai preso tanto quem oferecer serviço de Uber quanto quem utilizar. A coisa é séria.

      Claro que eu queria ir pra outra cidade por 10 pilas! São só 10 km de distância. Se pegar um táxi em Curitiba e for do Batel para o Portão, são uns 10 km mas a conta não fica em 200 reais. Pelo menos não ficava naquela época que eu morava aí. Mas ultimamente os preços por aí estão assustadores…

Responder a Seu Madruga Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *