Urso polar – parte 9

625605_541085005929652_1215603024_n Poxa vida, Cris, você vai mesmo ignorar Siku e só acompanhar os gêmeos daqui pra frente? Você não tem coração, não?

Coração eu até que tenho, mas acho que já estou influenciada pelo gelo dinamarquês.

A história de Siku tomou um novo rumo na semana passada. Quando em fevereiro eles publicaram uma foto do Siku dando um alô para sua nova vizinha, a Smilla, uma ursa de 23 anos, nunca nem passou pela minha cabeça que esse alô foi intencional.

Smilla e Siku foram vizinhos por alguns meses e semana passada saiu então no noticiário que agora chegou a hora em que Siku terá que aprender a ser um urso polar de verdade. Aprender a como se comportar, a reconhecer o perigo quando um outro urso está zangado, e assim vai. Eles resolveram colocar Siku e Smilla juntos. Não, eles não vão ser namorados. A função de Smilla é “ensinar” Siku a ser um urso de verdade, coisa que ele não aprendeu, já que ele foi criado na mamadeira, dormindo no sofá e brincando de bichinho de estimação com seu treinador.

hilsen pa smila

O primeiro dia foi meio desajeitado. Siku estranhou o novo território. Ele estava acostumado com uma área plana e o novo local é bem mais íngrime. Então chegou Smilla, que também não colaborou. Siku parecia bem apreensivo mas ao mesmo tempo estava muito curioso para chegar perto. Smilla não gostou da maneira de como ele tentava se aproximar.

O final da entrevista termina dizendo que o treinador acha que Siku e Smilla serão bons amigos durante o verão.

A história atrás dos bastidores é de que Smilla veio para o parque de um outro zoológico. Quando ela chegou no parque ela estranhou que não tinha tanto cimento, mas gramado. Ela também não se acostumou a morar junto com outros ursos polares. Eles não faziam nada para ela, mas os treinadores viam que ela não estava se sentindo bem ali. Ela tem somente 200 kg e os outros ursos eram bem maiores.

Mas Siku ainda é pequeno e tem somente 153 kg e por isso eles acham que essa combinação, Siku e Smilla, seria perfeita. Para ajudar Siku a se comportar como um urso, e para ajudar Smilla a perder o medo e aceitar morar com outros da mesma espécie.

Eles não colocaram os dois definitivamente juntos. Eles abriram a porta entre as duas áreas, deixando Smilla visitar a área de Siku e vice-versa. A idéia no entanto é que os dois sejam companheiros por um período maior.

3 thoughts on “Urso polar – parte 9

  1. Pelo amor de Jah, esse urso di novo nãoooooooooooo, como leitor desse blog, quero que esse assunto de ursinho lindinho acabe por aqui, fale sobre os mosquitos da dengue, sobre os caranguejos comedores de ratos, uma matéria em vídeo onde mostra vc explicando as teoria do ET Bilú, mas chega de ursinhooooooooooo, hehehe

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *