Férias forçadas

Esse artigo vai especialmente para aqueles que reclamam e dizem que eu estou de férias o tempo todo!

Ontem eu descobri que tenho 11,66 dias de férias restantes que tenho que tirar até final de 2021.

Desses 11,66 dias, eu só posso transferir 5 dias para o ano que vem. O resto eu sou obrigada a tirar até o final do ano, ou eu perco os dias de férias.

Confesso que fiquei um pouco atribulada com essa notícia.

Não sei o que farei.
Eu continuo sem ânimo. Não tenho vontade de tirar férias, não tenho vontade de ir a lugar nenhum, e não tenho vontade de tirar férias para ficar sozinha isolada dentro de casa durante o inverno.

Uma leitora do blog que vai para a Noruega me convidou para dar um pulinho em Oslo, e eu fiquei bem animada, chequei vôo, hospedagem, aí fui checar como estava minha carga de trabalho, e descobri que a data da viagem coincide com os dias que eu tenho que entregar um projeto no trabalho. Que falta de sorte! A única coisa que me motivou, e o trabalho não me deixa curtir isso.

Pensei em perguntar se eu poderia receber dinheiro ao invés de tirar as férias, mas me contaram que eu precisaria de autorização especial para isso. Que a empresa normalmetne não paga. Aff

Também tenho que descobrir porque raios todo mundo acabou com um número quebrado de férias. Como é que se usa 0,66 dias de férias?

E agora, José?

Esta entrada foi publicada em Coisas da Dinamarca. ligação permanente.

1 Response to Férias forçadas

  1. Seu Madruga diz:

    Ué, ainda tem dúvidas??!!!
    Fica em casa esses 11,66 dias, só comendo e assistindo filmes e séries, hehehehe.
    Voltei ao trabalho presencial faz 2 semanas, já estou pensando em férias, kkkkkk
    Peraí, quem é José?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *