Sobre mim

Eu me chamo Cristiane, sou paulistana mas morei no Paraná por 21 anos – em Paranaguá e depois em Curitiba. Em 2000, quando eu voltei para São Paulo, eu vivia online, grudada na telinha do computador. E foi assim que encontrei um gringo que virou minha vida de pernas para o ar. Assim que terminei a faculdade, vendi tudo, vim morar na Dinamarca e aqui estou desde 2001.

Esse blog foi criado com o intuito de facilitar a comunicação com amigos e familiares, e também como uma forma de eu manter meu vocabulário de português nos trinques. Aqui eu conto as minhas peripécias e também algumas curiosidades sobre o cotidiano e cultura da Dinamarca.

O blog está vivo desde junho de 2011, e tem me proporcionado experiências muito bacanas. Agradeço todos os leitores assíduos do blog, por continuarem comigo até hoje. Valeu!

Também gosto muito de ler os comentários de leitores que estão vindo para a Dinamarca, ou que sonham em vir para cá. Então se você se interessa pela escandinávia, deixe um recadinho pra mim.
E claro, se você tiver algum interesse particular na Dinamarca e quiser saber mais sobre algum tópico, deixe um comentário, e eu ficarei mais que satisfeita em ajudar da melhor maneira possível.

Não deixe de ver a minha página www.cris.dk que mantenho desde 2002. Eu escrevo muita coisa lá sobre a Dinamarca e sobre meus interesses particulares.

Obrigada pela sua visita!

18 thoughts on “Sobre mim

  1. Olá, Cris!
    Eu me chamo Caio César, sou estudante de Relações Internacionais e moro no Brasil (Brasília). Tudo bom ? Desculpe a ousadia haha, mas eu estava olhando seu website e seu blog, achei muito interessante uma certa parte que li a respeito das curiosidades que você observou da Dinamarca.
    Esse ano comecei a ler muita coisa sobre a Dinamarca e fiquei apaixonado pela Gestão de Políticas Públicas deste país! Este ano ainda quero iniciar uma pesquisa sobre este tema e enfim, antes disso queria saber se você pode me ajudar em outra coisa, não li nada acerca da Segurança dinamarquesa, dependendo de como seja, queria fazer uma comparação com a brasileira. Será que você poderia me ajudar ? Com suas próprias observações ou notícias etc.. Agradeço desde já, Caio César!

    • Olá Caio César, obrigadão pela sua mensagem!
      Meu português anda enferrujado, mas por segurança eu entendo: falta de violência. Certo? Ou seria segurança social?
      Eu vou escrever um post chamado Segurança na DK com bastante informação, e ali você lê o que lhe interessa. Pode ser?
      Se por acaso eu não entendi direito, me dá um alô me explicando mais especificamente o que lhe interessa saber sobre segurança dinamarquesa.

  2. UAUU! Que bom encontrar esse site!
    Muita infirmação e textos bacanas, parabéns!
    Cada dia que eu pesquiso mais sobre a Dinamarca eu fico mais apaixonado por este país!
    Muita paz

  3. Oi cris tudo bom?
    Bom eu vou fazer intercâmbio para a Dinamarca esse ano gostaria de mais informações
    me mande um email para nos mantermos contato, obrigado

  4. Olá Cris, eu vou para intercâmbio na Dinamarca em Janeiro. Adorei o seu blog e estou cada vez mais apaixonada, Dk é perfeito!! Não sabia muita coisa dai e você vem me ajudando com seus posts, adorei saber todas as curiosidades que você já postou. Continue. Bjs e felicidade ao casal!

    • Oi Jéssica, parabéns por ter conseguido esse intercâmbio. Quando puder, deixe um recadinho para mim, me contando como está sendo a sua experiência!

  5. Olá. Cris…Nossa…Catuco à tanto tempo a internet e não tinha te visto….Adorei seu Blog…VC tem canal no Youtube?Dífícil encontrar um blog de uma brasileira que mora na Dinamarca.
    Tenho uma amiga à quase 20 anos. E esse ano é a primeira vez que vou visitá-la.Estou muito ansiosa e feliz pois vai ser a primeira viagem internacional dentre muitas.
    Vou remexer no seu blog agora!!!bjsss

    • Oi Sheila, muito obrigada pela sua mensagem. Eu acho que você vai adorar a Dinamarca, ainda mais que terá uma amiga te mostrando tudo! Não tenho canal no YouTube, pois nunca tinha pensado nisso. Mas a idéia é boa. Quem sabe no futuro? Boa viagem para você! Bjs

  6. olá querida!!! adorei seu site! estou vivendo uma história bem parecida com a sua, e estou chegando ai em dezembro! gostaria muito de manter algum contato kkkk seria maravilhoso ter com quem falar português e trocar ideias. Grande beijo e parabéns!

  7. Bom dia, Srª. Cris. Sou Policial Militar aqui no Rio Grande do Norte. Moro em Natal atualmente mas, vivi em Curitiba por cerca de 6 anos. Morava no Alto Boqueirão e trabalhava em São José dos Pinhais. Minha esposa é Gaúcha e minha filha Nicole, hoje com 23 anos, é Curitibana. Antes disso, morei por dois anos em Porto Alegre, sendo trasferido pela empresa em que trabalhava. Sempre achei que nasci no lugar errado, na cidade de Angicos, aqui no sertão do RN. Infelizmente, por questão de problemas famíliares, tive que vir de Curitiba para Natal, quando fiz o concurso público e passando, nunca mais retornei à Curitiba. Tive um amigo que recentemente viajou para a Copenhague e após dois meses, retornou às suas atividades normais. Ele gostou tanto daí que, aliado ao fato de também não gostar desse clima nosso, desse calor terrível, está se sentindo horrível em morar aqui novamente. Me contou maravilhas de Copenhague e outros locais que conheceu. Devido ao fato de compartilhar com ele esse espírito de viver em um lugar como a Dinamarca, passei a pesquisar tudo que posso, no intuito de, quem sabe um dia (devo ir prá reserva militar em 8 anos) poder visitar ou até mesmo morar num lugar maravilhoso como esse. Um abraço á Srª e ao seu Rei Escandinavo.

    • Olá Sr. Gilberto, que satisfação foi ler a sua história. Olha que coincidência, eu também morei em Curitiba (por 8 anos).
      Só faltam 8 anos para o senhor ir para a reserva? No seu lugar, eu guardaria meus planos para me mudar para o exterior após me reformar, pois para cá, o povo tem que trabalhar até os 67 anos de idade.
      Espero que vocês possam em breve vir para cá para passar as férias, fazer uns passeios pela Noruega também. Lá é lindo demais!

  8. Bom dia

    Estou tentando contato com uma loja de carro aí na Dinamarca, mas os caras não me respondem. Vc trabalha como interprete?

    • Olá, eu não trabalho como intérprete, mas conheço uma pessoa que faz esse serviço. Eu posso passar o seu contato pra ela.

  9. Olá, me chamo Maneco, ultimamente tenho degustado vários tipos de papelão, vc trabalha com importação e exportação to precisando de uns papelão novo para o meu cardápio

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *