Falsificado

Gente do céu, mas esses chineses falsificam de tudo mesmo.

Esse mês eu estou fazendo Bikram Hot Yoga e o suadouro é uma coisa de louco. Para quem não conhece, essa forma de yoga é praticada numa sala aquecida a 40 – 41 graus com umidade entre 40% e 60%, por 90 minutos, mas é indicado entrar na sala e se aclimatar 10 a 15 minutos antes, e depois da prática, ficamos ali deitados um pouco fazendo um Savasana (corpo morto) para que o corpo descanse um pouco. Então são quase duas horas de suadouro intenso, e a gente perde muitos minerais.

Eu não sou fã desses produtos como Gatorade, então me indicaram duas coisas. Água com limão e sal, ou tomar água de coco, que naturalmente contem eletrólitos. No próprio estúdio de yoga eles vendem água de coco em caixinha, mas por um preço exorbitante, claro. 25 coroas por 200 ml.

Vi uma menina com uma embalagem de 1 litro de água de coco, e ela me disse que comprou no quiosque tailandês na rua das prostitutas, e pagou 30 coroas. Não achei caro, mas também não consegui encontrar esse bendito quiosque.
Fui então no japonês e achei uma caixinha de 200 ml por 10 coroas. Vim toda contente para casa.

Ontem, depois do meu exercício, resolvi provar a água de coco e que decepção. Primeiro achei que o negócio estava adocicado demais, e tinha gosto de coco, mas não necessariamente de água de coco.
Foi aí que olhei a tradução: Produto da China. Ingredientes: água, açúcar, leite de coco 2%.
Fala sério! E os meus eletrólitos!?

Nesse dia comprei também uma caixinha de caldo de cana. Agora estou até com medo de provar. Deve ser feita com água de chuva, açúcar e mato selvagem. Jesus.

Nota: provei o caldo de cana, ou melhor, suco de cana. Esse mundo está todo virado. Suco de cana sem açúcar e água de coco doce. Nunca mais caio nessa cilada!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *