Kitchenette

Engraçado como as coisas são. Quando eu morava naquele apartamento grandão, eu tinha um sofá-cama na sala e estava sempre à disposição para receber visitas pra dormir.

Curiosamente, nos quatro anos que morei lá, só recebi dois amigos pra dormir e um kizombeiro fez couch surfing.

Agora que me mudei pro pardieiro, onde mal tenho espaço pra mim mesma, em sete meses já tive que recusar três pessoas que se auto-convidaram pra ficar aqui. Pode isso?

A última recusa foi dois minutos atrás, quando um amigo que mora no Canadá, e que não vejo há quinze anos, diz que vem a Copenhague e pergunta se posso acomodá-lo por uma noite.

Eu até gostaria de ajudar, mas realmente não tem condição. No meu quarto só tenho uma cama, a estante com livros e o camiseiro. Não tem espaço nem pro criado-mudo!

Esta entrada foi publicada em Cá entre nós. ligação permanente.

3 Responses to Kitchenette

  1. Seu Madruga diz:

    por um anoite, joga a pessoa para dormir na sala, tão simples e prático, tendo um teto para passar a noite já está valendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *