Urso polar – parte 1

52 dias_2Há um ano e meio, mais ou menos na mesma época que o famoso urso Knut morreu na Alemanha, nasceu aqui na Dinamarca um ursinho polar e a história dramática dele rapidamente se espalhou pelo mundo afora.

Siku nasceu no dia 22 de novembro de 2011 no Parque Escandinavo de Vida Selvagem. Siku quer dizer “gelo do mar” no idioma da Groenlândia (e para quem não sabe, a Groenlândia pertence à Dinamarca).

Após o nascimento, durante horas o bichinho chorou e gritou de fome. Os veterinários suspeitavam que a ursa Ilka não estava produzindo leite. Ilka foi tranquilizada e foi constatado que ela realmente não tinha leite e Siku deveria ser encaminhado para cuidados e alimentação de mamadeira.

Naquela época rodou o vídeo completo da webcam que filmava a toca da ursa. Foi muito triste ver como ela, ao sentir que estava ficando insconsciente, tentou esconder e proteger o ursinho – uma coisinha pequetitita comparado com o tamanho dela.

O vídeo abaixo mostra algumas das cenas que descrevi acima. O treinador/veterinário dá uma entrevista e conta que o crescimento do ursinho está indo bem e que a preocupação dele é se no futuro Siku vai conseguir se comportar como um verdadeiro urso polar. O fato dele estar sendo criado pelos treinadores do parque trás influências negativas ao desenvolvimento do animal.

Ele também conta que a ursa Ilka provavelmente não se lembra mais de Siku e que provavelmente o tratará como qualquer outro urso polar, isto que dizer: possivelmente com uma atitude agressiva e poderá machucar Siku. Então, quando Siku estiver maior, ele terá que se ser apresentado aos outros ursos e aprender a se comportar como um deles, e não como um animal doméstico (que é o que ele é no momento). A reportagem da TV2 termina dizendo que um dia Siku vai ficar grandão como os outros ursos, mas que no momento ele é essa coisinha fofa que vemos aqui.

2 thoughts on “Urso polar – parte 1

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *