Enganosa

A gente não deve acreditar em tudo que se lê na Internet.

Ontem vi algo no Facebook, e não resisti. Fui obrigada a republicar e comentar. Hoje estou sendo bombardeada de gente perguntando: “mas então, como é a realidade?”

Minha resposta foi simplesmente:

Não há salário mínimo, como há no Brasil.

A jornada de trabalho semanal é de 37 horas.

As creches para bebês são super caras e são obrigatórias. Você não pode deixar sua criança com aquela madrinha tomando conta.

As universidades só são gratuitas para cidadãos dinamarqueses. Sendo estrangeiro, você tem que pagar pelo seu mestrado. Não sei para curso bacharelado, no entanto.

Planos de saúde são pagos, sim. Mas o sistema de saúde pública, apesar de não ser um mar de rosas, é decente. Por exemplo, quando eu estive doente, o meu plano de saúde não cobria tantos acompanhamentos quanto eu recebo agora no hospital público.

Outra coisa incorreta é o título. A Dinamarca não está mais no topo do relatório do World Happiness. A Finlândia é o país mais feliz do mundo em 2018.

Dez curtidas até agora nesse comentário. 22 comentários ao total. Alguém me lembrou que para universidade aqui, dependendo do tipo de visto, do curso e da universidade, pode ser gratuito para estrangeiros.

Para responder todas as perguntas, fui obrigada a achar o relatório anual do World Happiness. Porque a gente sempre fala nisso, mas muito pouca gente sabe quais são as categorias avaliadas para dizer que o povo é “feliz”. Tem gente que pensa que feliz aqui se trata de alegria, felicidades. Não é nada disso. Ou então o Brasil não estaria no rank 28, e o Japão em 54.

Teve comentário dizendo que achava difícil um país tão frio ser o mais feliz do mundo. Prova de que o povo anda mal informado. A Dinamarca esteve no topo da lista por dois anos consecutivos. Mas esse ano foi superado por Finlândia e Noruega. Ambos países escandinavos e frios.

(Se bem que eu não entendo pq o povo acha que aqui é tão frio. Comparado com Canadá e Rússia, aqui não faz frio! O problema daqui é que não tem sol.)

Bom, eu respondi ao comentário citando algumas das categorias avaliadas pelo World Happiness.

Eles avaliam, entre outras coisas: renda per capita, ajuda social, longevidade, liberdade de fazer escolhas, generosidade, corrupção.

O relatório desse ano se pode ler, em inglês, aqui.

Resultado de tudo isso. Não acredite em tudo que se lê na Internet.

5 thoughts on “Enganosa

  1. E digo mais, pra que Dinamarca se temos o Neymar Jr.
    hahahahahahahahahaha

    E pior que o povo passa pra frente esse tipo de notícia.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *