Venenosa

Tenho uma notícia boa e uma ruim.

A notícia ruim é que eu descobri que fui envenenada por 10 anos.
E eu nem sei o que fazer com esse tipo de informação.

Semana passada foi relevado ao público o maior escândalo de contaminação de água da Dinamarca. Justamente na área onde eu morei por 10 anos.

Descobriram que a água “potável” está contaminada com um pesticida do tipo ácido amidosulfônico. Essa substância era usada na Dinamarca como pesticida de 1986 até 2000, quando foi proibido.

Esse ano, a União Européia baniu esse pesticida e agora todos os fornecedores de água potável devem testar a água para ver se há contaminação. E foi aí que descobriram essa catástrofe.

A situação é tão séria que mandaram não beber água, não usar para cozinhar e nem para escovar os dentes.

Isso é sério.

Num jornal online, um artigo tenta acalmar o povo, dizendo que ainda não sabem o grau de toxicidade para humanos, bla bla bla. Uma ladainha sem fundamento.

Já num programa de rádio, um especialista diz que é uma substância cancerígena, bla bla bla. Outra ladainha sem fim.

Triste isso.

A boa notícia é que eu me mudei de lá faz dois anos, e seis meses atrás consegui vender a casa. Já pensou se essa casa ainda estivesse à venda? Com essa notícia, seria muito mais difícil vender a casa ou o preço despencaria ainda mais.

Bom, agora que eu já fui envenenada por tanto tempo, será que já posso me comparar com aquela música da Rita Lee?

Venenosa eh eh eh
É pior do que cobra cascavel
Seu veneno é cruel

This entry was posted in Coisas da Dinamarca. Bookmark the permalink.

2 Responses to Venenosa

  1. Cabeça Disneyssauro says:

    10 anos tomando veneno???!!! isso é muito tempo, lá em casa só compro água em galão de 20 litros para beber, comida água da torneira mesmo, hehehe.

  2. Cristiane says:

    Aqui não vende água de galão. A água da torneira na maioria dos países europeus é apropriada para consumo direto. Não precisa nem filtrar.
    Então esse caso de agrotóxico na água daquela região onde eu morei, é raro e é um escândalo. Mas eu investiguei, e a quantidade de “veneno” é mínima. Certamente tem muito mais nas frutas e verduras que a gente compra no supermercado.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *