2001

Estava caminhando pelo centro da cidade com uma boa amiga, quando escutei música de piano vindo de perto da torre redonda.

Imediatamente me lembrei de uma tarde em 2001, logo após eu ter me mudado para a Dinamarca, quando Carsten e eu estávamos passeando pela cidade, e naquele mesmo lugar vimos um negão bem simpático arrastando um piano branco.

Intrigados – afinal não é todo dia que se vê alguém arrastando um piano branco no meio da cidade – esperamos um pouco para ver que tipo de música o cara ia tocar.

Ficamos encantados com a música. Não era nem clássico nem música popular, mas algo muito diferente, de uma melodia e suavidade que te coloca num estado meditativo.

Foi uma experiência tão bacana que compramos um CD dele e escutávamos com frequência.

Nos anos que se passaram, vimos várias vezes cartazes com propaganda para concertos desse artista. Nunca fomos no entanto.

Hoje, ao me aproximar do piano, eu reconheci o estilo de música e comentei com minha amiga que achava que era o Yul Anderson e contei a história do piano branco de 2001.

Eu tinha razão. Mas dessa vez o piano não era branco.

Quando ele fez uma pausa, fui lá comprar mais um CD dele. Aproveitei e comentei que eu o tinha visto em 2001 no piano branco.
Ele brincou comigo dizendo que provavelmente era o pai dele.

Yul me passou uma cantada na cara dura. O cara tem 61 anos e queria passar por 35.
Figuraça.

Bom, voltei pra casa contente. Tanto por passar uma tarde fenomenal com minha amiga, quanto por ter tido uma oportunidade de escutar Yul novamente tocando naquele canto perto da torre redonda.

Ô mundo que dá voltas…

This entry was posted in Coisas da Dinamarca. Bookmark the permalink.

4 Responses to 2001

  1. Cabeça Disneyssauro says:

    Muito bacana,
    vídeo com o piano branco
    https://www.youtube.com/watch?v=rAn_6TEgSno

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *