Quatorze

Acho muito engraçado a quantidade de gente que me pergunta quantos idiomas eu falo.

Sempre tem aquele que quer adivinhar, dizendo, então você fala três idiomas, né? Português, inglês e dinamarquês?

E eles tomam um susto e fazem uma cara de espanto quando eu digo que eu falo 7 idiomas.

Talvez eu tenha comentado aqui, mas uma das últimas pessoas que me fez essa pergunta, ficou tão admirada com minha resposta, que durante um show de jazz, ela gritou para a plateia que eu falava 7 idiomas. Rs (Por coincidência ela é a dona do Billy, que vocês conhecem.)

Sete parece ser um número grande, mas tem gente que fala mais de 20 línguas. E eu não falo todos os idiomas em igual fluência. Em uns sou iniciante, em outros sou intermediário, noutros eu me viro muito bem.

Pensando bem, nem português eu não falo fluentemente mais. Depois de passar 13 anos sem falar quase nenhum português, eu esqueci muito o vocabulário. (Sim, é possível esquecer sua língua materna!)

Quando eu encontro o povo no Brasil, me dizem que eu falo com sotaque, que mais pareço uma gringa que fala português. Já passei medo em táxi no Brasil quando o cara disse: você não é daqui, né? ô loco.

Bom, mas o que eu queria dizer é que o idioma do momento é grego – já que eu vou passar uma temporada rodando a Grécia em setembro.

Faz um mês que estou tentando aprender por conta própria (a maioria dos idiomas que falo eu aprendi por conta própria, usando a internet ou apps para o telefone).

Confesso que quando comecei com grego, estava achando tão difícil quanto aprender tcheco.

Eu comentei aqui que ano passado eu tentei aprender tcheco para uma viagem a Praga, mas mal consegui aprender 5 frases porque estava difícil demais.

Dessa vez tentei perseverar apesar da dificuldade, e acho que está indo melhor. Já aprendi umas 15 frases e espero chegar em torno de 40 para que a minha viagem seja mais proveitosa.

O meu foco também é aprender a ler, já que eles usam um alfabeto que parece cirílico.

Vamos ver se consigo alcançar minha meta até setembro.

Grego é meu idioma número 14:

português, inglês, espanhol, alemão, dinamarquês, francês, italiano, norueguês, sueco, japonês, chinês mandarim, russo, tcheco, grego

Alguns desses eu parei de aprender e esqueci quase tudo, mas quando precisar relembrar, será mais fácil. Sempre é mais fácil a partir da segunda tentativa.

Bom, era isso. Até a próxima. ευχαριστώ, αντίο.

This entry was posted in Cá entre nós. Bookmark the permalink.

4 Responses to Quatorze

  1. Cabeça Disneyssauro says:

    Fico de cara com os Papas, na minha incrível imaginação meio que fértil, sempre vi os Papas antes do papado que falassem somente no máximo 2 idiomas, quando viram Papas falam mais de 500 línguas, queria fazer esse cursinho hehehe.

    • Cristiane says:

      não sei não se essa informação está correta. o papa atual só fala 3 idiomas fluentemente.
      Já o João Paulo II, aquele cara sabia falar 7 idiomas, e tinha conhecimento bom de 12 ou 13 idiomas no total e sabia dar saudação de páscoa em 60 idiomas. Aquele papa era fenomenal.

  2. Cabeça Disneyssauro says:

    Há mais de 10 anos atrás, assisti uma matéria de um morador de rua (Garoto na ápoca), que ele falava 5 (acho que eram 5) idiomas fluentes, que me lembre ele sabia falar Inglês, Alemão, Japones e Espanhol.
    O que ele relatou na matéria quando dormia uma pessoa (no sonho) levava até numa sala de aula, toda noite era isso, (acho que isso foi em Santos)

    • Cristiane says:

      Nossa, que história fascinante!

      Resolvi até dar uma olhada no google. Vi que tem um bocado de gente que mora na rua que fala bastante idiomas. Uns sonham em ser guia turístico, outros, trabalhar no consulado. Muito legal.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *