A história continua

Se lembra do artigo “História” que publiquei há pouco tempo? Contei que o pai da minha colega não queria vir morar na Dinamarca, mas depois de morto ele foi arrastado até aqui de qualquer jeito.

Sabe o que aconteceu? Foi bem trágica a história.

Na Polônia, ele estava velejando com dois amigos quando veio uma tempestade daquelas. Ondas de mais de 3 metros de altura.

O pai dela caiu do barco, e os dois amigos não conseguiam tirar o cara da água.

  • As ondas estavam altas demais e dificultaram o resgate.
  • O barco não tinha equipamento suficiente para suspender um cara pesado da água. Eles só tinham cordas.
  • O pai dela ficou ainda mais pesado com as roupas encharcadas. O peso era demais para os dois outros conseguirem pescar ele da água.
  • O pai dela, apesar de estar usando colete salva-vidas, perdeu a consciência, desmaiou. Tirar uma pessoa inconsciente do mar, com ventos fortes e ondas altas – e quando a pessoa não está acordada para ajudar no processo – foi missão impossível.

Os amigos foram obrigados a largar o pai dela lá e salvarem a si mesmos saindo da tempestade. Eles informaram as autoridades das coordenadas de onde tinham largado o pai dela e visto ele com vida a última vez.

Foram 2 dias de buscas.

Uns dias mais tardes, o corpo dele apareceu na ilha de Bornholm, que pertence à Dinamarca.

A gente só torce para que ele tenha engolido muita água enquanto estava desmaiado. Se esse homem acordou no meio do mar e estava consciente do que estava acontecendo, deve ter sido uma morte terrível.

Esta entrada foi publicada em Cá entre nós, Coisas da Dinamarca. ligação permanente.

3 Responses to A história continua

  1. Cabeça Disneyssauro diz:

    Ooohh loco, imagine a aventura que esse homem passou e o desespero
    Não estou conseguindo visualizar os comentários, hum

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *