4 em 5

Sexta-feira, véspera de Halloween, foi a despedida de uma boa colega. Depois de 14 anos na empresa, ela resolveu fazer uma mudança radical. Conseguiu um novo trabalho em uma empresa menor e zarpou para novas águas.

Eu entendo a decisão dela. Depois das demissões em junho, as coisas mudaram muito na minha empresa, e não exatamente para melhor.

Durante o breve discurso de despedida, a gerente mencionou que minha colega trabalhou na empresa por 14 anos em 7 posições diferentes.
Eu pensei: caramba, que volatilidade. Em média uma nova posição a cada 2 anos.

Esse negócio de julgar os outros nunca é uma boa.

A assim que voltei para o meu escritório, eu me censurei por ter julgado a colega, pois me dei conta de que eu trabalho na empresa há 5 anos e 9 meses e exatamente hoje eu começo minha quarta posição. Ou seja, em média uma nova posição a cada 1 ano e 4 meses. Então quem é mais volátil nessa história?

É minha quarta posição, porém tenho feito quase a mesma coisa nesses anos todos. A diferença é meu título. Eu fui promovida três vezes e o meu título mudou.

Eu entendo que o título é uma maneira de mostrar para os outros o quanto de ancienidade e influência você tem na empresa. Também acho que os títulos dependem de onde você trabalha e qual linha segue.

Eu me lembro de quando trabalhava em laboratório. Os títulos lá eram Laborant e Senior Laborant. Eu nunca cheguei a ser Senior Laborant, apesar de ter trabalhado no laboratório da mesma empresa por mais de 7 anos. Lembro também de um colega novo, um guri recém formado, que foi promovido para Senior em menos de dois anos após sua efetivação. Fiquei de cara e com uma inveja danada. Acho que eu reclamava demais e minha chefe devia me achar um porre. Se a chefia não vai com sua cara, você não vai pra frente na sua carreira. E foi aí que me toquei que Laborant não tem carreira. É uma rua sem saída e sem futuro. Foi aí que decidi mudar de emprego e melhorar minha vida.

Na empresa onde estou e a linha de promoções que seguimos no departamento é assim: Junior – Senior – Principal – Specialist – Senior Specialist – Lead

Meu desejo é chegar a Specialist, e hoje eu comemoro que cheguei um passo mais perto do meu sonho. Hoje entra em vigor meu contrato de Principal. Mudei meu título no LinkedIn com orgulho e mal vejo a hora de chegar amanhã no escritório e atualizar a assinatura do meus emails.

Tomara que esse seja o início de um período com muito boas oportunidades.

Tenho uma champanhe na geladeira. Será que chegou a hora de abrí-la?

Esta entrada foi publicada em Cá entre nós, Coisas da Dinamarca. ligação permanente.

1 Response to 4 em 5

  1. Cabeça Disneyssauro diz:

    Parabéns!!! bacana esse sistema.
    Não acredito que na empresa vc é a mulher das reclamações, hehehe
    Boa sorte, tudo de bom

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *