Esgotamento

Faltam 3 semanas e meia para eu terminar meu estudos. Mas tá foguetão.

Três dias atrás tive um colapso nervoso e não parava de chorar. Coitada, minha chefe ficou visivelmente preocupada.

A pressão que estou sentindo é tão grande que qualquer coisinha se torna numa tempestade em copo d’água. Naquele dia em que eu não parava de chorar, de manhã cedo, ao abrir a porta do meu apartamento para ir ao trabalho, a vizinha da frente estava no corredor colocando uma tranca em bicicletas.

É proibido deixar bicicletas no corredor, já que ali é a via de escape em caso de incêndio. Eu, muito educadamente, fui lembrá-la desse fato. Primeiro ela me ignorou. Eu tive que dizer “com licença” quatro vezes. Então fui até ela, e perguntei se ela entendia dinamarquês. Tem muito gringo no meu prédio. Normal perguntar. Se ela fosse gringa, eu usaria outro idioma. Muito rispidamente ela me respondeu que claro, eu é que sou uma estrangeira idiota.

Fiquei de cara.

E assim começou minha semana, segunda-feira de manhã.

Tenho tido sinais de esgotamento desde início de abril, mas a coisa chegou num ponto que já não sei mais o que fazer para sobreviver aos próximas 3 semanas. Alguns dizem que eu tenho que fazer atividades que me dão energia.

Esse povo não sabe o que é esgotamento. A gente entra num estado de apatia total. Eu não tenho vontade de fazer nada, de assistir nada. Até escutar música tem me irritado.

3 semanas mais… tô precisando de forças.

Esta entrada foi publicada em Desabafos. ligação permanente.

1 Response to Esgotamento

  1. Seu Madruga diz:

    Força, aqui no meu serviço pedi para trocar de sala, não estava mais aguentando tanta bagunça, ficava o dia inteiro de cara fechada, quando estava quase no limite de explodir me tiraram do comercial, agora estou mais tranquilo, depois te mando uma foto, hahahaha eu sozinho que maravilha.
    Aguenta firme, 3 semanas, foca no objetivo e foda-se o resto.
    Se cuida, qualquer coisa manda email.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.