Vernazza

Engraçado que quando a gente quer encontrar alguém “ao acaso”, raramente a gente consegue encontrar, mas quem a gente não quer ver, aí sim a gente tromba com eles.

Durante minha caminhada, onde o casal me parou para dizer que tínhamos cruzado caminho três vezes naquele dia, pouco depois eu encontrei outro casal que achei gente boa pra caramba. Guria do Japão, cara da Índia, os dois morando na Alemanha. Disseram que no dia seguinte viriam para Monterosso, a vila onde estou hospedada, e ficamos de nos encontrar ao acaso.

Saí de manhã empolgada achando que ia encontrá-los na vila (o que não aconteceu), mas adivinha com quem eu trombei logo que saí do hotel?

Exato, o casal do chapéu cinza com quem cruzei caminho três vezes no dia anterior. Acabamos batendo um papo rápido. Eles disseram que são da Califórnia nos EUA (eu fiquei pensando porque eles acharam que precisavam dizer que Califórnia fica nos EUA, tem outra Califórnia nesse mundo?) e eles me indicaram visitar uma vila chamada Portovenere. O trem não chega lá, tinha que pegar a barca.

Apesar de eu ter que esperar 2 horas pela próxima barca, usar 45 minutos pra chegar lá, e eu só ter ficado em Portovenere por uma hora, achei que valeu a pena.

Cheguei a ver uns brasileiros vestidos bem elegantes escalando as pedras escorregadias. Daí descobri que tinha um casamento de brasileiro que ia começar na igreja das ruinas. O povo que gosta de complicar a vida. Queria ter ficado para ver a noiva de salto alto subindo aquelas pedras!

Igreja nas ruinas em Portovenere

Fiquei pouco tempo na vila porque estava ameaçando chover e eu queria fazer uma trilha pela qual já tinha pagado a entrada. Mas quando cheguei do outro lado do morro, onde a trilha começa, estava um sol de rachar cocoruco.

Fiz a trilha no sentido de Monterosso a Vernazza e o dia terminou com essa vista:

Vernazza
Esta entrada foi publicada em Viagens com as tags . ligação permanente.

2 Responses to Vernazza

  1. Seu Madruga diz:

    Caraca, a cidade é bonita mesmo, os californianos estão te rodeando hein, cuidado com esses dois velhacos, estou sentindo cheiro de encrenca, devem ser aliciadores de menores.
    Abre o olho, se cuida

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.