Declarações

Aproveitando o embalo do artigo anterior, no assunto “coisas do coração”, eu lhes escrevo hoje algo muito pessoal.

Nos últimos sete dias, dois homens me contaram que ou foram apaixonados ou tinham uma quedinha por mim, e que me consideram uma pessoa maravilhosa.

Esse tipo de coisa já me aconteceu 5 vezes – que eu lembro.

Algo parecido aconteceu ano passado quando um outro me escreveu do nada para me pedir desculpas pela maneira como ele me tratou quando estávamos juntos, que ele foi insensível, e que não havia desculpas para o comportamento dele, que eu não fiz nada errado.

Alguém por favor me explica, por que os caras têm essa mania de, quando gostam da guria, se afastarem dela e jamais revelar o interesse – e depois de anos, vir e falar uma coisa dessas?

Ou então escrever do nada para reabrir feridas que já estavam cicatrizadas?

O fato é que, uma dessas mensagens mexeu comigo. Foi a de um cidadão pelo qual eu tinha uma atração enorme. Se há 25 anos eu soubesse que o sentimento era mútuo… nossa, teria sido fenomenal.

Mas o passado não volta mais, e para certas coisas a chance passa – a fila anda, como o povo fala (ou como dizem aqui na Dinamarca, o tempo passou). Mesmo assim, confesso que me abalou escutar uma pessoa me dizendo que, se pudesse voltar no tempo e fazer algo diferente na juventude, que teria sido em relação a mim.

Ô vida.

Essa história me fez lembrar um pouco uma música da qual gosto muito, e que nem é tão antiga. Diz a letra:

Vá, se acorde, que seu sonho já não existe mais
É um passado distante demais
E você vai se dar conta, que não somos mais iguais
E você vai se dar conta, que o passado não volta mais
E você vai se dar conta, que é agora ou nunca mais
E você vai se dar conta, que não se vive de lembranças
Vá, ande logo, que a fila tá aumentando

Esta entrada foi publicada em Desabafos. ligação permanente.

7 Responses to Declarações

  1. Cabeça Disneyssauro diz:

    Acho que somos bobocas, hehehe

  2. Cabeça Disneyssauro diz:

    idiotas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *