Com jeito vai

Ontem, acordei com uma marchinha de carnaval tocando sem parar na minha cabeça.

♬ Menina, vai, com jeito vai
Senão um dia a casa cai

Se alguém lhe convidar
Pra tomar banho em Paquetá
Pra um piquenique na Barra da Tijuca
Ou pra fazer um programa no Juá ♬

Quando eu era mais nova acontecia com muita frequência: eu abria os olhos de manhã e já tinha uma música tocando sem parar na minha cabeça. Então sei bem que ela vai continuar tocando na cabeça incessantemente até de noite (e às vezes no dia seguinte continua) ou até que eu escute a bendita música no rádio, na fita cassete, na vitrola, no CD…. ou nos tempos modernos, no Spotify e SoundCloud.

O problema é que algumas vezes toca um ritmo na minha cabeça, mas eu não lembro a letra da música. Por isso pode ficar difícil identificar o nome da música e achar em qual disco ela está. Mas ontem eu estava cantarolando a letra. Procurei por menina vai, com jeito vai mas o spotify não encontrou nada. Foi o Santo Google que me ajudou e me disse que a música se chama “Vai com jeito” da Emilinha Borba.

Aí sim, achei no Spotify. Começou a tocar mas estava muito mais lenta do que na minha cabeça. Então não era essa versão que meu cérebro lembra e essa versão não vai funcionar. E dá-lhe escutar tudo quanto “vai com jeito” que apareceu na minha frente. Até que achei um pout-pourri de marchinhas e aí sim, estava no ritmo certo!

Escutei várias vezes em alto som e dancei um pouco no meio da minha cozinha, me imaginando numa grande roda de carnaval de salão, para garantir que meu cérebro se dê por satisfeito e deixe essa música pra lá.

Funcionou bem!

Ainda bem que eu moro sozinha. Já imaginou ter que explicar para alguém que mora contigo, mas que não conhece esse teu “lado musical”, o porquê de você, seis e quinze da manhã, estar bem doida pulando carnaval no meio da cozinha com o som no último para tentar se livrar de uma música que não pára de repetir na cabeça?

Esta entrada foi publicada em Cá entre nós. ligação permanente.

4 Responses to Com jeito vai

  1. Manu diz:

    hahaha… boa!!

    Vou tentar essa tática para a música sair da minha cabeça… só fico cantando, vou tentar dançar feito doida, também!

    😀

  2. Manu diz:

    E não é que funciona! hahahah

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *